Busca

Carregando...

terça-feira, 26 de janeiro de 2010

hibiscus sabdariffa em foco!!


O hibiscus ou hibiscocomo é popularmente conhecido é um arbusto semi lenhoso, com folhas verdes e vermelhas, e as flores podem ser rosas arroxeadas, amarelas pálidas ou vermelho intenso, os cálices que são usados para o chá são vermelhos e tem cerca de 2 cm de comprimento recobrindo as sementes da planta. É importante salientar que o hibisco que serve para fazer o chá de emagrecimento é o hibiscus sabdariffa, não é o hibisco comum nos jardins, conhecido comohibisco da china. O hibiscus tem poderes medicinais importantes e comprovados cientificamente, entre eles de auxiliar no emagrecimento, de acelerar o metabolismo, inibir o surgimento da diabetes tipo 2, diminuir o colesterol, os níveis de glicose e de lipídio no sangue, combate os temidos radicais livres, sendo também uma substancia diurética, calmante e laxante, comprovando assim os grandes benefícios que tem para a saúde, que superam os benefícios do chá verde, uma vez que não possui cafeína em sua composição.

Por ser rica em flavonóides, o hibiscus atua como poderoso antioxidante, auxiliando no combate aos radicais livres, protegendo o coração de doenças e a pele do envelhecimento.

A flor do extrato da planta é rica em flavonóides e corantes, que incluem antocianinas e catequinas. A planta também é rica em ácido ascórbico e polissacarídeos. As propriedades nutracêuticas da planta têm sido exploradas principalmente na forma de bebidas, mais comumente em infusão de chás.

As informações acima citadas podem ser comprovadas em pesquisas já realizadas na Índia, verificando sua influência de forma benéfica ao se tratar da diminuição da gordura circulante do plasma e do fígado, supostamente devido a sua propriedade de seqüestrar radicais livres e à presença de antioxidantes naturais na planta.

Segundo estudo brasileiro realizado em Porto Alegre sobre plantas medicinais, o Hibiscus sabdariffa aparece no topo das ervas utilizadas pela população para emagrecer. Pesquisas vêm sendo realizadas para verificar os possíveis efeitos da planta e suas relações com a perda de peso.

A atividade antioxidante e a quantidade total de compostos fenólicos variam consideravelmente entre as ervas. O Hibiscus sabdariffa foi classificado com alto índice de antioxidantes, segundo estudo investigando extratos herbais.

Atualmente, existe um grande número de plantas medicinais cujo potencial terapêutico tem sido estudado em uma variedade de modelos animais, e cujo mecanismo de ação tem sido investigado. O Hibiscus sabdariffa é originário da Ásia e da África, já sendo introduzido no Brasil como alimento funcional. A bebida pode ser consumida na forma de chá quente, frio ou gelado. No entanto os mecanismos exatos ainda precisam ser elucidados, bem como são necessários estudos dos componentes ativos isolados da planta.

Como fazer o chá

O chá deve ser preparado somente com os cálices do hibiscus, e deve ser misturado na proporção de 1 colher de cálices para um litro de água, coloque os cálices para ferver por alguns minutos em um litro de água e depois deixe em infusão até ficar morno, coe e pode usar durante o dia quente ou frio. O ideal é que se tome até 4 xícaras de chá de hibiscus por dia para se aproveitar integralmente suas propriedades e ajudar no emagrecimento. Para melhorar o sabor do chá de cálices de hibiscus, vale acrescentar algumas rodelas de maças, canela ou cravo da índia.

Atenção especial deve-se ter ao tipo da planta a ser utilizada. O Hibiscus usado no chá é o Hibiscus sabdariffa. Ele é diferente da flor ornamental Hibiscus rosa-sinensis, muito comum nos jardins.

Um comentário: